Bastidores do Blog

Sejam bem vindxs!

"Olá pessoal! Depois de quase 4 anos sem postar, decidi voltar, quero me dedicar para atualiza-lxs sobre tudo que aconteceu nesses anos, ou melhor, tudo que eu conseguir lembrar, claro!. Rsrs. Sejam pacientes eu sei que vou conseguir. Rsrs
Essa semana só atualizarei o perfil : Quem eu sou...
Assim quem não pegou o tempo "COR DE ROSA" da minha vida pode conhecer um pouco mais e tem tempo para ler tudo, e quem já viu pode relembrar os velhos tempos e perceber que muita coisa aconteceu em 4 anos."

Uma linda semana para todxs!

bjs Pâmela Gaino

domingo, 24 de outubro de 2010

Sou guerreira sem armas desde que nasci!

CASO SEJA A PRIMEIRA VEZ QUE VOCÊ ESTEJA NO MEU BLOG, SUGIRO QUE COMECE A LEITURA DELE DE BAIXO PARA CIMA.. LENDO DO PRIMEIRO POST PARA O ÚLTIMO.

Olá queridas e queridos!
Acredito que muito de vocês já vem acompanhando o meu trajeto e a minha empreitada para mudança do mundo. Alguns já conhecem parte do que fiz, algumas histórias, desafios enfrentados e conquistas.
A primeira coisa que me torna uma guerreira é o fato de ter nascido... Diante de muitas complicações. Depois de ter sobrevivido a muitos desafios.
Nesses últimos dias, refleti muito sobre o que já fiz que me torna uma Guerreira Sem Armas, sabiam que não me dava conta do número de coisas que já havia feito? Nossa, fiquei impressionada com tanta birutice.
Foi muito gostoso relembrar as histórias, os processos de transformação vividos e todos os aprendizados.
Só para vocês saberem, já fiz campanha de alimentos, já liderei processo de mobilização para arrecadação de roupas. Campanha anti drogas.   Criei projetos de artes, dança, teatro  e artesanatos, alguns  estão em pé até hoje. Já ministrei palestras sobre transformação social em muitos lugares. Já ajudei muitos jovens a transformarem seus sonhos em ação. Organizei festivais de juventude, dei oficinas das mais váriadas. Já trabalhei com fantoches para falar sobre as questões de diversidade nas igreja, escolas e creches. Já me vesti de abacaxi, brócolis e até caixa de leite para ajudar as crianças e entenderem importâcia dos alimentos.. Ahahhha
Articulei a participação de jovens GMM para o Oasis Santa Catarina. Fiz  até OASIS Família. Sempre fiz pensando a mudança e na marca que quero deixar no mundo.
Na viagem as recordações que fiz, percebi que já era OASIANA desde muito cedo. Com uns 14 anos já me metia para pintar barracos nas comunidades onde minhas amigas de escola moravam... E saia perguntando. Qual a cor que você gostaria que a sua casa fosse? Ai saia atrás de tinta... Restos que sobravam nas casas ou até mesmo em casa. Enfiava todo mundo nas minhas birutices e tava tudo certo...
Senta que lá vem a história...
Pessoal, tenho muitas histórias para contar e compartilhar, como diria minha Guardiã da Essência Mafo. – Pâmela você tem 26 anos e história para 100. ahahah
Escolhi em meio a inúmeras uma história muito especial que aconteceu há uns 4 anos atrás.

O QUARTO LILÁS
Essa semana conversando com uma amiga relembramos a transformação que fizemos na casa dela... Foi muito legal... Quando conheci essa amiga, uma menina fantástica, sabe aquela amiga que se torna irmã? É assim que defino a Pri, vivemos momentos muito especiais, quando a conheci ela estava em um processo de mudança pessoal, e também queria que essa mudança fosse física. Por algum tempo ela tinha nas paredes do seu quarto várias pichações feitas por ela e por amigos... Era pichação até no teto... Muito MANEIRO...
Um dia a encontrei triste e ao perguntar o que havia acontecido ela me explicou  que estava entrando em um novo ciclo e queria uma mudança.  Ela havia me relatado que fazia algum tempo que queria fazer algo no seu quarto e na sua casa, mas não encontrava forças para fazer isso sozinha e que alguns amigos também tentavam e não conseguiam... Inclusive tinha até uma lata de tinta preparada fazia muito tempo.
Após ela me contar o desejo e mudar, perguntei a ela o que gostaria de fazer e como eu poderia ajudar. Ela me responde:  - Quero começar  pintando meu quarto.  Eu como adoro uma tinta e um pincel.. Logo me empolguei e disse que LEGAL... Que cor você quer pintar?... Tínhamos  poucos recursos... Uma lata de tinta branca.. alguns pinceis do meu pai... e uns trocados para comprar pigmentos.
Fomos até uma loja perto da minha casa (de uns amigos do meu pai) Depois de muito chorar e como dizem aqui no CE, enlaranjei o dono e ele me deu dois pigmentos e eu comprei um e alguns pinceis novos. Lá a Pri decidiu que o quarto seria lilás.. Uau....Eu adorei a idéia.
Ela mora há uns 40 min da minha casa em São Paulo. Fomos para casa dela... Como estávamos ansiosas a primeira coisa que fizemos foi abrir a lata de tinta, e para nossa surpresa e tristeza a tinta estava estragada.. Gente cheirava tão mau.. tão mau. Ai olhamos uma para outra ficamos um momento em silêncio,  então eu disse: Ué... Vamos comprar outra. Fomos até a loja perto da casa dela e percebemos que não tínhamos dinheiro o suficiente.  
Ai pensei cá com os meus botões... É o sonho dela e não podemos desistir, mas eu preciso de um tempo para pensar no plano B. Então falei para ela: Não tem problema Pri, a gente não precisa da tinta hoje, antes de pintar a gente precisa limpar, tirar as coisas do quarto e lixar. Então voltamos para casa dela e começamos a preparar as coisas....Nossa era muito trampo... Mas nos empolgamos.. Foi muito gostoso. No final do primeiro dia estávamos quebradas.ahhaha
 Duas loucas sem dinheiro para comprar tinta ou qualquer material. Percebemos que seria muito legal se conseguíssemos pintar a casa inteira... Ahahah... Ah decidimos também que reformaríamos os móveis... e deixaríamos o quintal todo bonitinho.. Ahahaha
Começamos a fazer as coisas, ela e eu, mas no meu pensamento ficava batendo precisaremos de recursos e agora mais que materiais precisamos de recursos humanos.  Então liguei para um super amigo o Grande FABINHO, que tem um coração enorme de grande e sempre apoiou minhas birutices. E disse a ele o que estava acontecendo que precisava de ajuda logo ele lembrou que tínhamos um fundo que poderíamos utilizar (um dinheiro que tínhamos começado a guardar para comprar um futsabão, mas uma das nossas birutices)Ahahaha
Passamos aproximadamente uns 5 dias, foi fantástico o que aconteceu conseguimos mobilizar mais de 40 pessoas no processo de reforma, de crianças a adultos... Todo mundo queria estar lá fazer parte disso.  Reformamos guarda-roupas, cama, fogão. Pintamos quarto, janela, sala, cozinha...
Recebemos recursos de vários lugares e o mais legal conseguimos enturmar muito gente durante esses dias e o mais legal isso fortaleceu o vinculo que temos hoje.

"Não sou Marcelo Rosenbaum, nem Luciano Huck e muito menos o Gugu, mas sei que lá no quarto lilás da Pri tem uma plaquinha que pintei na madeira com tinta acrilica que marca a nossa história e o valor da nossa amizade. Posso estar em qualquer lugar sei que estamos juntas e sempre unidas por aquilo que construímos e tudo que passamos juntas desde a grande REFORMA". Pâmela Gaino

As três grandes coisas que fiz nos últimos 12 meses:
Eu acho que as três grandes coisas que fiz e me tornam ainda mais guerreira são:
Coordenação do programa GMM no CE - Em março de 2010 assumi a co-coordenação da implementação do programa Geração MudaMundo no  CE e gestão da equipe de 15 coordenadores, 80 educadores, 4.000 jovens e 400 projetos. Apropriando a metodologia e desenvolvendo estratégias de trabalho junto à equipe para a implementação do programa em mais de 40 cidades do CE.
Criação do NING GMM - Criei e administrei o espaço virtual da REDE GMM no Brasil, utilizando a plataforma virtual www.gmmashoka.ning.com, garantindo a existência de um espaço interativo aonde os membros possam se conectar a qualquer hora ou de qualquer lugar podendo nutrir-se de informações, experiências e até mesmo compartilhar suas ações de transformação social com outras pessoas.  A rede virtual é composta por 1.102 membros, contendo 16.938  acessos únicos, 25.016 visitas, 100 vídeos postados, 35 fóruns, 4.680 fotos.
Construção de Estratégias de Rede- As ações presenciais favorecem o estabelecimento de vínculos positivos entre os integrantes da rede compostas por aproximadamente 7.000 jovens proporcionando a ampliação e fortalecimento das relações pessoais e sociais. Para garantir esse espaço de troca e integração entre os jovens criei estratégias para fortalecimento dos projetos através de ações coletivas e presenciais. O resultado dessas ações gerou o crescimento das relações de amizades, confiança e construções de parcerias entre os projetos sociais dos jovens.
Acho que é isso pessoal... Sou guerreira desde que nasci... Alguém tem dúvidas?  Se tiver posso contar mais historinhas. Ahahahaha
Beijo enorme....

1 comentários:

Gabe disse...

Paaam adorei a experiência, :D
HIHIHII só lendo , me diverti aqui, deve ter sido um momento maravilhoso, ainda mais quando estamos fazendo e compartilhando esses momentos com nossos amigos. :)

E como a Mafoane diz, você tem experiência de sobra, e o principal de tudo você tem garra, força de vontade e muuuuita persistência..
Te adoroo muitao viu, sou sua superr admiradora.

Bjinhos, Gabriela Kelly.

Postar um comentário